Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
26°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

HISTÓRIA

Documentário apresenta imagens raras das primeiras procissões do Círio

O filme será exibido neste domingo, 11, dentro da programação oficial do Círio 2020, entre 8h e 11h da manhã, na TV Nazaré e no canal da TV Círio no YouTube

sábado, 10/10/2020, 11:34 - Atualizado em 10/10/2020, 11:34 - Autor: Wal Sarges


Filme traz não só registros em vídeo, mas trechos de filmes, litogravuras e ilustrações que apresentam uma visão do Círio desde o século 18
Filme traz não só registros em vídeo, mas trechos de filmes, litogravuras e ilustrações que apresentam uma visão do Círio desde o século 18 | Divulgação

Imagens que mostram uma Belém desconhecida do público serão apresentadas no documentário “Círio de Nazaré - 228 Anos de História em Imagens”. O filme será exibido neste domingo, 11, dentro da programação oficial do Círio 2020, entre 8h e 11h da manhã, na TV Nazaré e no canal da TV Círio no YouTube.

A produção independente dirigida por Eduardo Souza aborda o Círio em diferentes imagens de suas 228 edições, desde 1793 até 2019, apresentando a festa religiosa de uma forma inédita. “É um apanhado histórico e ao mesmo tempo sensorial. Fomos montando o filme a partir de litogravuras, gravuras, ilustrações, películas raras, encontradas em acervos particulares, além de vídeos. Isso tudo proporcionou uma riqueza singular à obra finalizada”, conta Eduardo que também assina o roteiro, pesquisa e edição do audiovisual.

O filme é uma realização da produtora paraense Mekaron Filmes, com produção executiva de Júlia Garcia, trilha sonora de Leonardo Venturieri e apoio da Diretoria da Festa de Nazaré e do Instituto Cultural Amazônia Brasil. “É um filme fruto de um outro projeto, chamado ‘Olhos d’Água - Da Lanterna Mágica ao Cinematographo’, um trabalho de pesquisa que já faço há mais de 15 anos, que fala do cinema e pré-cinema”, relata o cineasta, atuante há mais de 20 anos na área, sobre a pesquisa que rendeu um documentário com o mesmo nome, lançado em 2015.

Eduardo diz que o filme contém trechos de documentários das décadas de 1910, 1020 e 1930, e longas-metragens como o “Fim do Rio”, de 1947, com Bibi Ferreira e Sabu - primeiro Mogli do cinema -, que registrou em detalhes o Círio dos anos 1940. Conta ainda com trechos de “Bodas de Ouro”, filme realizado pelo cineasta paraense Fernando Melo em 1959, recentemente telecinado (com imagens de película transformadas em vídeo) e que conta com imagens totalmente inéditas do arraial de Nazaré, além de registros de cinejornais e documentários das décadas de 1950 e 1960 realizados por Milton Mendonça.

Divulgação

São 11 minutos de duração com uma linguagem própria para internet, possibilitando que o mundo inteiro assista à produção paraense. “Depois da estreia, ele ficará disponível no canal do YouTube. Ele foi pensado para que tivesse esse padrão de hoje em dia, com esse conceito, feito para as novas plataformas digitais”, descreve.

Dentro do projeto “Olhos D’Água”, Eduardo conta que além de vontade e de material bem vasto, ele tem acervo para um próximo filme, no ano que vem, e que já conta com patrocínio. “São anos fazendo tratamento de imagem, colorizando, fazendo diversos processos com esse acervo. Já estamos programando para o ano que vem uma nova produção de cinco episódios contando o Círio de Nazaré através de algum símbolo paraense, como a gastronomia, moda, música, de como esses elementos dialogam com o Círio e vice-versa”, destaca Eduardo, que tem um trabalho intenso sobre a cultura amazônica.

Assista

“Círio de Nazaré - 228 Anos de História em Imagens” - Eduardo Souza

Quando: Domingo, 11, entre 8h e 11h

Onde: TV Nazaré (30.1) e no canal da TV Círio no YouTube

(www.youtube.com/tvciriotj)

Filme traz não só registros em vídeo, mas trechos de filmes, litogravuras e ilustrações que apresentam uma visão do Círio desde o século 18
Filme traz não só registros em vídeo, mas trechos de filmes, litogravuras e ilustrações que apresentam uma visão do Círio desde o século 18 | Divulgação
Filme traz não só registros em vídeo, mas trechos de filmes, litogravuras e ilustrações que apresentam uma visão do Círio desde o século 18 | Divulgação

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS