Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

SAÚDE

Exercício ao ar livre ainda é o preferido para manter a forma

quarta-feira, 08/07/2020, 07:41 - Atualizado em 08/07/2020, 11:37 - Autor: Alexandre Nascimento


Mesmo com a reabertura das academias com um protocolo de segurança, muita gente optou por manter rotina nas ruas e calçadas da cidade
Mesmo com a reabertura das academias com um protocolo de segurança, muita gente optou por manter rotina nas ruas e calçadas da cidade | Fernando Araújo

As academias reabriram na segunda-feira por meio de decreto municipal que estabelece protocolos de prevenção ao Covid-19 aos alunos. Entretanto, muito antes da permissão, as pessoas que gostam de se exercitar não aguentaram esperar e, há bastante tempo, usavam espaços públicos como canteiros de avenidas, praças e bosques para a prática de exercícios ao ar livre, principalmente no horário da noite.

A avenida João Paulo II, no trecho que corresponde ao bairro do Marco, por exemplo, reuniu, enquanto as academias particulares estavam abertas, inúmeras pessoas que disputavam cada espaço nas caminhadas e corridas pelo canteiro, além dos aparelhos da academia ao ar livre. “Desde quando foi liberado sair de casa, após o lockdown, para fazer caminhada em via pública, eu já comecei a voltar a praticar os exercícios. Então, claro que não deu pra esperar ”, disse Daniel Lopes, 32 anos, bancário.

Mesmo pessoas matriculadas em academias preferiam os espaços públicos para cuidar da saúde por meio de exercícios físicos. O motivo se deve à preocupação quanto à pandemia, uma vez que esses estabelecimentos funcionem em espaços fechados. “Meu medo é esse, que espaços fechados ofereçam mais riscos de contágio desse vírus. Por isso ainda prefiro praticar em espaços públicos, cuidando eu mesmo da minha proteção, principalmente usando máscara”, disse Ney Mendonça, 32 anos, comerciário.

Um dos locais preferidos para a prática de exercícios é a avenida João Paulo II
Um dos locais preferidos para a prática de exercícios é a avenida João Paulo II Fernando Araújo
 

A desconfiança em relação às academias acontece mesmo diante dos protocolos de prevenção ao Covid-19 destacados pelo decreto que obrigam esses estabelecimentos a adotar a limitação do espaço interno a 50%. “Espero que as academias controlem a quantidade de pessoas, assim como garantam outras medidas de prevenção. E essa é justamente minha dúvida, se eles vão mesmo ter esse controle, embora nós usuários também tenhamos nossas obrigações”, declarou Rebeca Santos, 34 anos, professora.

Embora os exercícios físicos sejam importantes para a saúde, praticar nas academias ou em espaços públicos requererem atenção redobrada para a proteção ao novo coronavírus. “Essa doença atinge até mesmo quem pratica exercícios. Então, seja em academias ou na rua, que todos se cuidem usando máscaras e ao chegar em casa, cuidar da higienização”, concluiu Paulo Damasceno, 37 anos, motorista.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS